O Português tem sempre sorte

Dois portugueses discutem acidentes de automóvel. Diz um deles:

- O acidentado partiu um braço? Cheio de sorte, podia ter partido as duas!!

- O homem partiu uma perna? Cheio de sorte, podia ter patido as duas!! - responde o outro.

- O homem ficou todo partido? Cheio de sorte, podia ter morrido!! - contrapõe o primeiro.

- O homem morreu, cheio de sorte, podia ter ficado aleijado para o resto da vida!! - conclui o outro.

Deixa o teu comentário em O Português tem sempre sorte